Assoc. Promoção Social, Desportiva R. Cultural Moita do Boi (Pombal)

  • Autores: CATL
    Idade: 13
    Descrição:

    Com este vídeo pretende-se alertar e sensibilizar para o fato de no divertimento também ser possível utilizar diversas alternativas aos sacos de plástico, reduzindo o uso dos mesmos. Esta redução no uso de sacos de plástico faz também com que a poluição diminua pois os sacos alternativos não são de deitar fora. Já os sacos de plástico são concebidos para serem descartáveis e não reutilizáveis.

  • Autores: CATL
    Idade: 13
    Descrição:

    Através de pequenos gestos, como esta atividade da colónia de férias das crianças da instituição participaram no projeto "S.O.S. Oceanos" em pareceria com o municipio de Pombal,  levando a cabo uma ação de limpeza da praia do osso da baleia. Todos os jovens e crianças poderam constatar que os sacos de plástico ou matérias com o mesmo composto fazem parte, em grande escala , do lixo marinho recolhido.  Estes sacos constituem muitas vezes  um risco elevado para os animais e aves marinhas que muitas vezes confundem os sacos de plástico com alimento.

  • Autores: catl
    Idade: 13
    Descrição:

    É a partir de uma educação sustentável das nossas crianças e jovens incutindo hábitos e preocupações ambientais nomeadamente ensinando a reciclar e a proteger o ambiente diminuindo assim os problemas ambientais. Quantos mais cidadãos intervenientes e proativos tivermos mais portegidos estamos nós e todo o ecossistema.

  • Autores: CATL
    Idade: 13
    Descrição:

    Pretende-se com este video mostar que para mantermos a diminuição da poluição de residuos devemos evitar o uso de sacos de plástico. Basta um pequeno gesto de todos, por exemplo o não usar sacos de plástico, para fazer a diferença no equilibrio das nossas paisagens naturais.

  • Autores: catl
    Idade: 13
    Descrição:

    É possível ir às compras com outro tipo de sacos como por exmplo cestos de verga, sacos de tecido ou outro material reciclável e de uma forma igualmente cómoda e prática. Estes sacos reutilizáveis permitem transportar do mesmo modo que os sacos de plástico, muitas vezes, permitindo acondicionar melhor  as compras. Para além disso, permitem poupar recursos, energia e espaço no que diz respeito ao processo de reciclagem.

  • Autores: CATL
    Idade: 13
    Descrição:

    Com este vídeo pretende-se partilhar como é possível com materiais reciclados e com ideias empreendedoras e práticas  transformar  facilmente uma T-Shirt usada num saco para as compras.


Centro de Actividades Ocupacionais de São Vicente (São Vicente)

  • Autores: Rui Pires Rodrigues
    Idade: 21
    Descrição:

    A elaboração deste vine Style tem como titulo: Diz não,ao saco de plastico, através deste pequeno video temos como objetivo principal sensibilizar a todas as pessoas a proteger o ambiente através da redução do consumo dos sacos de plasticos leves e promovendo os eco Bag, as sacolas reutilizáveis. O video demonstra que é com pequenos gestos que fazemos a diferença.


Centro Educativo dos Olivais (Coimbra)

  • Autores: André Ricardo Rodrigues Matos
    Idade: 16 anos
    Descrição:

    Concurso “Saco Plástico, está tudo acabado! Tenho outro!”

    Memória descritiva

    O trabalho realizado pelos alunos da turma B3 do curso de Instalador e Reparador de Computadores no âmbito do Concurso Eco-escolas “Saco plástico, está tudo acabado! Tenho Outro!” vem responder ao desafio lançado para a criação de um pequeno spot (vídeo).

    Foi feita uma investigação/sensibilização para o tema na aula de Linguagem e Comunicação com a utilização dos links sugeridos no próprio regulamento. Em seguida, houve um momento de apresentação de sugestões de imagens e possíveis spots por parte dos alunos. O grupo concordou que a imagem mais “poderosa” era aquela que identificava o globo terrestre com a cabeça humana e, consequentemente, o perigo de asfixia do próprio planeta e, com ele, o ser humano. Procedeu-se, então, à escolha do slogan (Atenção: perigo de asfixia) e do título (“Pensa e Age”).

    Para a criação do vídeo, que teve lugar na aula de Tecnologias de Informação e Comunicação, foi utilizada a técnica de stop motion. Esta foi realizada através da captação de fotografia a objectos/ pessoa imóveis sendo que, no final foi feita uma montagem com todas as imagens no computador, criando assim a ilusão de movimento/animação. O material utilizado neste vídeo teve em conta a necessidade de poupança também nos recursos materiais. Assim, um dos alunos voluntariou-se para dar “corpo” ao vídeo e usámos os materiais que estavam ao nosso dispor, a saber: um globo terrestre, um saco de plástico, a máquina fotográfica e  o computador (programa de criação de vídeo Movie Maker e programa de edição de imagem).

    Importa sublinhar que o trabalho realizado articula as unidades de competência da área da Linguagem e Comunicação bem como as competências na área das Tecnologias de Informação e Comunicação.

     

    Os professores dinamizadores,

    José Lima

    Teresa Fonseca

    Título: “Pensa e age”

    Aluno: André Matos


Centro Infantil Coronel Sousa Tavares (Beja)


Colégio Casa - Mãe (Paredes)


Colégio de Quiaios (Figueira da Foz)


Colégio do Sagrado Coração de Maria (Ourém)


Colégio João Paulo II (Braga)

  • Autores: Leandro Silva
    Idade: 16
    Descrição:

    O vídeo retrata a história de um pescador que sai para o mar para pescar. Depois de ter apanhado um peixe, guarda-o e deixa cair à água um saco de plástico. Um tubarão, que por ali rondava, viu o saco e pensou que seria algum pássaro que flutuava. Lentamente, aproximou-se e, com um ataque rápido, capturou-o, engolindo-o num instante. Algum tempo depois começou a sentir-se mal e percebeu que o que tinha comido não era um pássaro mas algo diferente. Sentiu-se muito indisposto e foi piorando. Acabou por morrer, vindo, posteriormente, dar à tona.

    Assim, com esta história, podemos concluir que a utilização de sacos de plástico é muito prejudicial ao ambiente, devendo estes ser extintos do mercado.

    Não podemos esquecer que vivemos num mundo de ecossistemas interligados e, mesmo não sendo já, um dia mais tarde iremos sofrer as consequências dos nossos atos de hoje.

    DIGA NÃO AOS SACOS DE PLÁSTICO!

    Na elaboração deste vídeo, recorri à técnica de stopmotion, técnica esta que utiliza  legos para formar cenários que são movimentados milimetricamente através de fotos sucessivas. As fotos, posteriormente, são tratadas para formar os vídeos.

    Neste stopmotion recorri à junção de um total de setenta fotografias únicas com intervalo de 0,1 segundos, que, compiladas, formam o filme proposto de 7,00 segundos. 


EB 2,3 + S João Garcia Bacelar (Cantanhede)


EB de Vale Ferreiros (Gondomar)

  • Autores: Alunos do 4º ano
    Idade: 9 e 10 anos
    Descrição:

    O trabalho do 4º ano da EB1 de Vale de Ferreiros, onde a professora Sandra Pinto é coordenadora, foi pensado por toda a turma. Depois de uma reflexão e do posterior debate sobre as questões implicadas na utilização excessiva de sacos de plásticos ( económicas e ambientais), a turma considerou que o ideal seria fazer desaparecer todos os sacos de plástico existentes e substitui-los por sacos reutilizáveis, como que por magia!!!enlightened

    Seguindo esta ideia, recolheram o material necessário para esse passe de magia: sacos de plástico, saco reutilizável, cartola, luvas e, é claro, a varinha mágica!  Considerando a limitação do tempo do vídeo a 7 segundos, optaram por filmar um antes (onde os sacos de plásticos estão presentes) e um depois ( onde o saco reutilizável é o único existente.


Escola Básica 2,3 Almeida Garrett (Amadora)

  • Autores: André Canhão; Gerson Pereira; Mário Prego
    Idade: 15; 16; 17;
    Descrição:

    Dois amigos estão no parque, a conversar, depois de regressarem das compras. Junto a eles estão os sacos recicláveis que utilizam para transportar as compras realizadas. 

    Subitamente passa um desconhecido, a caminho do supermercado, com um grande volume de sacos de plástico.

    Os dois amigos comentam, entre si, que atitudes como esta não podem continuar. Proteger o planeta tem que começar por pequenos gestos como este. 

  • Autores: André Canhão; Gerson Pereira; Mário Prego
    Idade: 15; 16; 17.
    Descrição:

    Um jovem procura desesperadamente um saco reciclável no meio de um amontado de sacos de plástico, sem sucesso. Um amigo vem ao seu auxílio oferecendo-lhe um.

    A utilização de sacos recicláveis é uma atitude positiva se queremos proteger o nosso planeta. 


Escola Básica António Alves Amorim (Santa Maria da Feira)


Escola Básica de Argoncilhe (Santa Maria da Feira)

  • Autores: Alunos do Clube Eco-Escolas da Escola Básica de Argoncilhe
    Idade: 10 anos (5º ano de escolaridade)
    Descrição:

    Este vídeo tem como ideia base o facto de que os sacos plásticos, quando lançados na natureza, seja em que forma for, constituem um grave prejuízo para os seres vivos e para o ambiente. Assim, o saco é aqui apresentado como um "monstro" que destrói tudo aquilo em que toca.

    Este trabalho foi idealizado pelos alunos do Clube Eco-Escolas e realizado pelo Coordenador da Biblioteca e Projetos, o qual aparece também no filme.


Escola Básica de Gualtar (Braga)


Escola Básica de Mafra (Mafra)


Escola Básica de Santa Bárbara (antiga EB 2,3 de Fânzeres) (Gondomar)

  • Autores: Ana Vigário, Bruna Alves,Beatriz Sousa,Jorge Ferraz e Raquel Sousa
    Idade: 13 e 14 anos
    Descrição:

    Impacto ambiental dos sacos plásticos

    O video é de sete segundos onde refere:

    Os sacos de plástico leves são prejudiciais para o ambiente e para a saíde.

    Por minuto, são utilizados cerca de 1 milhão de sacos de plático leves no mundo. Por ano circulam 100.000 milhões na Europa.

    Portugal é um dos países da Europa onde mais são utilizados e apenas 1 vez.

    Em portugal são usados 466 sacos por pessoa por ano.

    A palavra é REDUZIR!

    Nós já fazemos parte da solução e Tu

    As imagens  escolhidas são chocantes para o inpacto ser maior.

     Coordenadora do Projeto Clube do Ar Livre: Professora Sandra Paúl/ Escola Básica Santa Bárbara


Escola Básica de Vale de Milhaços (Seixal)


Escola Básica do Viso (Viseu) (Viseu)

  • Autores: Paulo Cardoso e Inês Filipe
    Idade: 14 anos
    Descrição:

    Vimos anúncios da Vodafone e achamos que a ideia de formato do vídeo destes poder-nos-ia ser útil para a elaboração do nosso trabalho. Assim, perguntamos a várias pessoas que encontrávamos na escola se estas quereriam participar no vídeo, muitas delas disseram que sim outras que não queriam por razões exteriores ao nosso conhecimento. Houve vários momentos hilariantes e, provavelmente, alguns desgostosos. Andarmos atrás das pessoas com a câmara na mão e a perguntar ao mesmo tempo que corríamos “Queres participar num vídeo para incentivar as pessoas a reciclar sacos?” foi dos melhores momentos das filmagens deste projeto. Mesmo assim, quando nos disseram que não queriam participar no vídeos ficámos muito tristes. Felizmente, para nós, conseguimos elaborar um minifilme com os melhores sorrisos de pessoas que filmamos a dizer a frase “Eu reciclo sacos!”. Mas como em tudo, a elaboração deste projeto, teve altos e baixos, como por exemplo a repetição da maioria das filmagens em grupo com pessoas a dizer “E tu?!”, escolhemos a melhor! Todos ajudaram ao surgimento da frases incluindo colegas e amigos do clube e através da ajuda interligada entre autores. Após um árduo esforço mental, conseguimos elaborar uma das mais brilhantes frases para incentivar as pessoas a reciclar sacos.


Escola Básica Eng. Fernando Pinto de Oliveira (Matosinhos)


Escola Básica Fialho de Almeida - Cuba (Cuba)

  • Autores: Carla Évora
    Idade: 14
    Descrição:

    O trabalho/vídeo foi realizado no âmbito do Projeto “ Eco Escolas”. Neste sentido e não esquecendo os objetivos do mesmo, foi feito um trabalho de sensibilização junto dos colegas, professores, pais e restante comunidade educativa, acerca da importância da reciclagem / reutilização e sobre o impacte dos resíduos plásticos na Natureza

    Para este trabalho foram recolhidas imagens e criadas frases com impacte na sociedade alertando para a importância de reduzir o consumo de sacos de plástico.

    Por fim montámos todos os elementos através do moviemaker.

    Com a montagem e publicação do vídeo pretendemos chamar a atenção da comunidade educativa e alertá-los para o facto de que todos nós devemos dar o nosso contributo para a proteção da Natureza.

  • Autores: Maria Caracinha
    Idade: 14
    Descrição:

    O trabalho/vídeo foi realizado no âmbito do Projeto “ Eco Escolas”. Neste sentido e não esquecendo os objetivos do mesmo, foi feito um trabalho de sensibilização junto dos colegas, professores, pais e restante comunidade educativa, acerca da importância da reciclagem / reutilização e sobre o impacte dos resíduos plásticos na Natureza

    Para este trabalho foram recolhidas imagens e criadas frases com impacte na sociedade alertando para a importância de reduzir o consumo de sacos de plástico.

    Por fim montámos todos os elementos através do moviemaker.

    Com a montagem e publicação do vídeo pretendemos chamar a atenção da comunidade educativa e alertá-los para o facto de que todos nós devemos dar o nosso contributo para a proteção da Natureza.

  • Autores: Rodrigo Coelho
    Idade: 14
    Descrição:

    O trabalho/vídeo foi realizado no âmbito do Projeto “ Eco Escolas”. Neste sentido e não esquecendo os objetivos do mesmo, foi feito um trabalho de sensibilização junto dos colegas, professores, pais e restante comunidade educativa, acerca da importância da reciclagem / reutilização e sobre o impacte dos resíduos plásticos na Natureza

    Este trabalho foi através de várias gravações no exterior com recurso ao IPhone com o objetivo de alertar para a importância de reduzir o consumo de sacos de plástico. Por fim montámos todos os elementos da gravação através do moviemaker.

    Com a montagem e publicação do vídeo pretendemos chamar a atenção da comunidade educativa e alertá-los para o facto de que todos nós devemos dar o nosso contributo para a proteção da Natureza.

  • Autores: Matilde Carapuça
    Idade: 14
    Descrição:

    O trabalho/vídeo foi realizado no âmbito do Projeto “ Eco Escolas”. Neste sentido e não esquecendo os objetivos do mesmo, foi feito um trabalho de sensibilização junto dos colegas, professores, pais e restante comunidade educativa, acerca da importância da reciclagem / reutilização e sobre o impacte dos resíduos plásticos na Natureza

    Para este trabalho foram recolhidas imagens e criadas frases com impacte na sociedade alertando para a importância de reduzir o consumo de sacos de plástico.

    Por fim montámos todos os elementos através do moviemaker.

    Com a montagem e publicação do vídeo pretendemos chamar a atenção da comunidade educativa e alertá-los para o facto de que todos nós devemos dar o nosso contributo para a proteção da Natureza.


Escola Básica São João de Deus (Montemor-o-Novo)

  • Autores: Catarina Isabel Serra Batista ;Inês Moscatel Pisco ;Maria de Carvalho Bastos de Mira ;Maria Ferreira de Barros Barral ;Neuza Filipa Vagarinho Narigueta e Sara Ramos Samina
    Idade: 13 e14 anos
    Descrição:

    Sensibilização Ambiental da população para a mudança de atitudes em relação à utilização dos  sacos de plástico, com o objetivo da proteção do ambiente.

    A sensibilização leva à reflexão de um modelo de sociedade mais sustentável.

  • Autores: Catarina Isabel Serra Batista ;Inês Moscatel Pisco ;Maria de Carvalho Bastos de Mira ;Maria Ferreira de Barros Barral ;Neuza Filipa Vagarinho Narigueta e Sara Ramos Samina
    Idade: 13 e 14 anos
    Descrição:

    Sensibilização Ambiental da população para a mudança de atitudes em relação à utilização dos sacos de plástico, com o objetivo da proteção do ambiente.

    A sensibilização leva à reflexão de um modelo de sociedade mais sustentável.


Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve (Faro)


Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril (Cascais)

  • Autores: Magda Domingos, Maria Inês Andrade e Castro e Marta Afonso
    Idade: 17, 18 e 19 anos
    Descrição:

    O nosso vine foi baseado na vida que todos levávamos antes dos sacos custarem 10 cêntimos.

    Começamos com duas raparigas a andar com muitos sacos de várias lojas. Em seguida passa outra rapariga com um único saco grande de plástico reutilizável, o que faz com que as duas primeiras raparigas fiquem impressionadas de como é possível de tudo caber num único saco.

    Baseámos a nossa ideia nos sacos que são vendidos em supermercados que têm uma capacidade superior ao de um saco de plástico de qualquer supermercado.

    Com este vine queremos transmitir a ideia que é mais rentável e mais ecológico utilizar sacos grandes onde possamos colocar tudo e que possa ser reutilizado.

    Contribuimos assim para um ambiente menos poluído. Todos os seres vivos agradecem, tais como, tartarugas, aves e até leões.

     

     

     

  • Autores: Diogo Pacheco, André Sobral e Duarte Tremoceiro
    Idade: 20, 19 e 17 anos
    Descrição:

    Procuramos sensibilizar as pessoas para não adquirirem sacos de plástico.

    Um saco de plástico demora muitos anos a decompor-se e, sendo leves, os ventos levam-nos para lugares distantes do planeta, onde é rara a presença humana, mas onde outros seres vivos vivem, poluindo-lhes os seus habitats naturais. A título de exemplo, as tartarugas morrem envenenadas por ingerirem plástico, aves morrem sufocadas ou à fome com os sacos de plástico. São mortes lentas e dolorosas provocadas pelo ser humano.


Escola EB 2,3 André Soares - Agrup. de Escolas André Soares (Braga)

  • Autores: Anabela Marin, Bruno Silva, Carlos Carvalho, Cláudia Chen, Gonçalo Vilas Boas, Jéssica Ferreira, João Castro, João Ferreira, Margarida Dias
    Idade: 13/14
    Descrição:

    Todos tem consciência que a utilização excessiva de sacos plásticos é prejudicial para o ambiente.

    Por isso, os alunos do 8ºF da Escoa André Soares, em Braga- Portugal decidiram realizar um video onde apresentam alternativas à utilização de sacos plásticos.

    Algumas das alternativas passam pela utilização de peças de vestuário que já não são utilizadas, tornando-as sacos de compras tal como aparece no vídeo.

     

    Everyone is aware that the use of plastic bags is harmful to the environment so, the students of André Soares, in Braga, Portugal of the 8th grade class F, decided to be environmentally friendly and started using recycled bag instead of the plastic ones. These bags were made of old clothes that we don't we anymore. 

    Look at the suggestion on the video above.


Escola EB 2,3 Cónego João Jacinto Gonçalves de Andrade (Ribeira Brava)


Escola EB 2,3 D. Manuel Faria e Sousa (Felgueiras)


Escola EB 2,3 de Alpendorada (Marco de Canaveses)

  • Autores: Carlos Cardoso - 8º E
    Idade: 14
    Descrição:

    Chama-se atenção para o uso de sacos reciclados de  vez de plástico. Fora feitas fotos com as duas situações. Posteriomente com o  movie maker editou-se as fotos e acrescentou-se a oz off do aluno com a mensagem pretendida.

     

     

     

  • Autores: Micaela Pereira - 7º G
    Idade: 13
    Descrição:

    Foram feitos planos a deitar fora sacos de plástico depois editou-se o video e foi colocada uma mensagem sobreposta à imagem sobre o tempo que demora os sacos de plásticos a desaparecer do meio ambiente.

  • Autores: Mariana Ferreira - 7º G
    Idade: 13
    Descrição:

    Foi feito um  plano com um saco reciclado e um caixote do lixo. Chaam-se atenção para não usar sacos de plástico nem deitar estes para o lixo mas sim fazer os seus próprios sacos.

    Foi usado smartphone para filmar os plano e foi editado com o moie maker.

     


Escola EB 2,3 de Celeirós (Braga)

  • Autores: Adriana Ferreira, Adriana Silva, Helena Moreira e Ana Beatriz Lamego
    Idade: 10 e 13 anos
    Descrição:

    Começamos por pesquisar na net sobre o consumo de sacos plásticos em Portugal. Aproveitamos a saida de campo para tirar umas fotos dos plasticos no Rio Este. Fizemos um trabalho para o concurso Eco.Natal com reutilização de plásticos.Fizemos muitos sacos de pano e pintamos com desenhos alusivos  à natureza e à Biodiversidade. Elaboramos o texto para o video com mensagens apelativas.Aqui está o texto:

    Procurando reduzir o consumo de sacos plásticos, o vídeo produzido apela à utilização de sacos de pano como uma alternativa aos sacos de plástico, que poluem os rios e o mar. Quando nos perguntam se queremos um saco plástico, devemos recusar e quanto aos sacos plásticos que ainda temos, podemos fazer trabalhos criativos com o plástico, reutilizando-os. Repensar, Recusar, Reagir!Procurando reduzir o consumo de sacos plásticos, o vídeo produzido apela à utilização de sacos de pano como uma alternativa aos sacos de plástico, que poluem os rios e o mar. Quando nos perguntam se queremos um saco plástico, devemos recusar e quanto aos sacos plásticos que ainda temos, podemos fazer trabalhos criativos com o plástico, reutilizando-os. Repensar, Recusar, Reagir!  

    Finalmente tiramos umas fotos divertidas sobre a utilização dos sacos plásticos e a utilização de sacos de pano como alternativa.


Escola EB 2,3 de Passos José- Guifões (Matosinhos)


Escola EB 2,3 Dr. Alberto Iria (Olhão)

  • Autores: Andreia Brito
    Idade: 13
    Descrição:

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania. Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    Utilizando a frase Saco plástico, está tudo acabado! Tenho outro. A Andreia fez uma recolha de imagens exemplificativas das más consequências do uso de sacos de plástico e decidiu apresentar o contraste com imagens de locais sem poluição.

  • Autores: Tiago Brígido
    Idade: 15
    Descrição:

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania.  Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    Através de imagens de filmes utilizados nas apresentações para os alunos do 1º ciclo do agrupamento, o Tiago optou por fazer uma seleção de momentos que clarificam a necessidade de alterarmos hábitos.

    A compilação dessas imagens pretende sensibilizar para  a necessidade de reduzirmos e recusarmos o uso de sacos de plástico, bem como reagirmos, optando por sacos reutilizáveis e produzidos com materiais amigos do ambiente.

  • Autores: Hélder Brito, Kelvin Evans, Tiago Brígido
    Idade: 13, 13, 15
    Descrição:

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania. Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    Recorrendo a várias ideias da turma, o Hélder, o Kelvin e o Tiago optaram por gravar um spot em que sensibilizam a comunidade para a correta deposição dos sacos de plástico nos ecopontos. Reconhecendo que os sacos plásticos não irão desaparecer do nosso quotidiano, consideraram pertinente relebrarem onde devem ser colocados estes resíduos, evitando a poluição dos vários espaços e dando oportunidade para que sejam reciclados.

  • Autores: Ana Carolina Martins, Beatriz Nobre
    Idade: 13, 13
    Descrição:

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania. Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    Partindo do que é correto e do que está errado, as alunas pretendem mostrar através deste spot que a utilização de sacos de plástico é um ato errado e que se reflete na infelicidade. Por outro lado, recorrer a medidas sustentáveis, como utilizar sacos ecológicos, far-nos-á sentir melhor.

  • Autores: Catarina Palhinha, Jéssica Parra, Luana Guerreiro
    Idade: 13, 13, 13
    Descrição:

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania. Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    Depois de divulgado este desafio, a turma 8ºC decidiu desenvolver um projeto sobre a temática nas aulas de Educação para a Cidadania. Os alunos efetuaram pesquisas sobre a produção de sacos plásticos (materiais utilizados e custos inerentes ao processo) e sobre as consequências ambientais do uso dos mesmos. Com intuito de sensibilizarem os mais novos para esta problemática elaboraram trabalhos que apresentaram aos alunos do 1º ano do agrupamento e em turma criaram algumas histórias que gostariam de retratar no formato exigido pelo concurso.

    As várias fases do spot representam:

    - cena 1 – o facto de estarmos aprisionados ao uso excessivo de sacos, que entre outros aspetos, poluem os espaços verdes;

    - cena 2 – alunas a sair dos sacos - a necessidade de nos libertarmos de algo que aparentemente nos facilita a vida, mas que a longo prazo nos sufocará;

    - cena 3 – o recurso a sacos reutilizáveis liberta-nos da poluição, faz-nos sentir bem por fazermos o bem.


Escola EB 2,3 José Ferreira Pinto Basto (Ílhavo)


Escola EB 2,3/S das Velas (Velas)

  • Autores: Tiago Felix Cabral
    Idade: 13
    Descrição:

     

    Estima-se que, em Portugal,  a quantidade de sacos plásticos de compras  que todos os anos escapam à reciclagem, aos aterros ou aos incineradores esteja compreendida entre 83 e 250 milhões. As consequências deste facto podem ser devastadoras: animais marinhos estrangulados ou sufocados, poluição dos solos e da água.  por plásticos são uma imagem de marca da poluição marinha. Uma vez descartados, os sacos plásticos podem durar centenas de anos no meio ambiente. Então cabe a cada um de nós, habitante deste precioso planeta, reduzir estes números.

    O vídeo “Magia” surge com esse propósito. É possível fazer magia com um velho guarda-chuva, pronto para ir parar a mais uma lixeira ou aterro. Ou não! Tal como um truque de magia, este resíduo pode ser reutilizado e dar origem a um prático e bonito saco de compras! E com a vantagem de se dobrar e guardar facilmente, garantindo assim a sua presença na hora certa: na hora das compras!

  • Autores: Mafalda Silva Machado
    Idade: 14
    Descrição:

    Estima-se que, em Portugal,  a quantidade de sacos plásticos de compras  que todos os anos escapam à reciclagem, aos aterros ou aos incineradores esteja compreendida entre 83 e 250 milhões. As consequências deste facto podem ser devastadoras: animais marinhos estrangulados ou sufocados, poluição dos solos e da água.  por plásticos são uma imagem de marca da poluição marinha. Uma vez descartados, os sacos plásticos podem durar centenas de anos no meio ambiente. Então cabe a cada um de nós, habitante deste precioso planeta, reduzir estes números.

    O vídeo “Revivalismo” surge com esse propósito. Se regredirmos uns anos no tempo, encontrámos os sacos de pano que as nossas avós faziam, muitas vezes reaproveitando outros tecidos. Estes sacos de pano são óptimos, por exemplo, para ir comprar pão! E para homenagear as nossas queridas avós! E para seguirmos os seus ensinamentos, fazendo os nossos próprios sacos de pano. Saco de plástico???? Naaaaaaaaaa… Eu tenho o saco de pano da minha avó!

  • Autores: Jorge Gabriel Pereira Silveira
    Idade: 14
    Descrição:

    Estima-se que, em Portugal,  a quantidade de sacos plásticos de compras  que todos os anos escapam à reciclagem, aos aterros ou aos incineradores esteja compreendida entre 83 e 250 milhões. As consequências deste facto podem ser devastadoras: animais marinhos estrangulados ou sufocados, poluição dos solos e da água.  por plásticos são uma imagem de marca da poluição marinha. Uma vez descartados, os sacos plásticos podem durar centenas de anos no meio ambiente. Então cabe a cada um de nós, habitante deste precioso planeta, reduzir estes números.

    O vídeo “Criatividade” surge com esse propósito. O que fazer às embalagens das resmas de papel quando estas esvaziam?? Aumentar a quantidade de resíduos ou criar uma nova utilidade para os mesmo? Criatividade!!! É fácil transformar estas embalagens em pequeno sacos de papel. Para pequenas compras, para oferecer uma prenda, ... Criatividade!!!!

    Sacos de plástico, vamos reduzir o seu consumo! E de resíduos que produzimos diariamente.


Escola EB1/PE da Ponta do Sol (Ponta do Sol)

  • Autores: Eduardo Aguiar
    Idade: 9 anos
    Descrição:

    A existência de um planeta limpo que, progressivamente, foi ficando poluido devido ao uso excessivo de sacos plásticos. Certo dia chega um herói, amigo do ambiente, que começa a reciclar e a proporcionar novamente, um ambiente limpo.


Escola EB2/3 Frei Caetano Brandão (Braga)

  • Autores: Bruna Alexandra F. Silva
    Idade: 14
    Descrição:

    Através de imagens retiradas do Google, e com a utilização do Movie Maker, construí a mensagem de que é importante e urgente dizer Não aos sacos plásticos. Recusar  ou reduzir o consumo abusivo dos sacos plásticos é comportamento que deve fazer parte do nosso dia-a-dia. Temos de proteger o nosso meio ambiente!

  • Autores: Afonso Lemos L.M. Silva e Nuno Henrique F. Faria
    Idade: 14 e 15
    Descrição:

    Na edição deste vídeo utilizámos a aplicação Movie Maker. Foram seleccionadas imagens do Google alusivas à poluição dos mares, em concreto na fauna marítima, resultante dos plásticos, procuramos construir uma mensagem de sensibilização, apresentando os prejuízos ambientais que os sacos plásticos podem causar neste ecossistema.

    O tratamento das imagens e composição do vídeo foi feito no Movie Maker

  • Autores: Patrícia Filipa M. Pereira e Alexandra Pinto Ferreira
    Idade: 14 e 14
    Descrição:

    Este vídeo foi realizado no recreio da Escola EB2,3 Frei Caetano Brandão e filmado através do telemóvel. Na edição do vídeo foi utilizado o Movie Maker.

    Com este vídeo pretendemos sensibilizar as pessoas para a reciclagem dos sacos de plásticos. Evitar o seu uso é o ideal, quando não for possível, deve-se reutilizar e/ou reciclar.

  • Autores: José António C. Diogo e Rui Pedro V. Rodrigues
    Idade: 14 e 14
    Descrição:

    Este vídeo foi elaborado utilizando o Movie Maker. A partir de fotografias de um campo agrícola de um familiar, pretendemos sensibilizar a população para a “praga” dos sacos plásticos e para a dificuldade em se decomporem. É urgente reduzir o uso dos sacos plásticos e substituí-los por outros que, mesmo plásticos, sejam reutilizáveis!

  • Autores: Graça Filipa O. Machado, Sónia Daniela C. Ferreira e Sara Cristina A. Rodrigues
    Idade: 15, 14 e 13
    Descrição:

    Através de imagens retiradas do Google, e com a utilização do Movie Maker, construímos a mensagem de que o uso indiscriminado de sacos plásticos, sem ter em conta a sua reutilização ou reciclagem, representa uma forte ameaça ao ambiente, que se deseja saudável e habitável. O mau uso dos plásticos por cada um de nós não pode por em causa o uso de espaços públicos como, neste caso, uma praia. A atitude/comportamento de cada um não pode comprometer o bem comum. Logo, para evitar estas ameaças ambientais, devemos preferir sacos que sejam reutilizáveis e que não prejudiquem o ambiente.

  • Autores: Paula Alexandra F. Mendes, Marta Alexandra O. Cerqueira e Emanuel Costa Silva
    Idade: 14, 13 e 14
    Descrição:

    Este vídeo foi realizado na casa de uma das autoras e filmado com telemóvel. O tratamento das imagens e composição do vídeo foi feito no Movie Maker.

    Com este vídeo queremos passar a mensagem de que devemos evitar os sacos plásticos, mas quando isso não for possível, devemos reutilizar e reciclar. Aproveitamos os hábitos de separação dos resíduos nas nossas casas para fazer esta sensibilização. De pequenino é que se começa a educar para um ambiente sustentável!

  • Autores: Paulo Fabiano C.M. Gonçalves e Tiago Daniel D. Fernandes
    Idade: 15 e 14
    Descrição:

    Este vídeo foi filmado no recreio da escola, utilizando o telemóvel. A sua edição foi efetuada com a aplicação Movie Maker. Pretende-se passar a mensagem de que devemos substituir os sacos de plásticos por sacos reutilizáveis. Ao visualizar um saco no chão, ocorre a ideia de, por magia, transformá-lo num saco reutilizável.


Escola EBI de Gondifelos (Vila Nova de Famalicão)

  • Autores: Diogo Carneiro
    Idade: 13
    Descrição:

     

    Para realizar o vídeo, comecei por reunir com a professora coordenadora e escrevi num papel as ideias que queria transmitir. Como o vídeo teria de ser muito curto, decidi criar uma espécie de slogan, de forma a convencer as pessoas que assistiriam ao vídeo, a deixar de usar os sacos de plásticos mais frágeis. Queria fazê-lo de uma forma bem-disposta, de forma a captar a atenção das pessoas.

    Depois, pedi a ajuda de algumas colegas para trazerem sacos de plástico.

    Combinei um dia para filmar o vídeo com a ajuda de dois professores e três colegas que pudessem "atirar" com os sacos para cima de mim.

    Depois, com a ajuda dos professores, editei o filme no programa Movie Maker, de modo a cumprir com os 7 segundos que era pedido como limite.

    Deu algum trabalho porque tinha sempre mais tempo que o pedido mas, por fim, conseguimos!

    Depois foi só publicar no youtube, com a ajuda da professora Carla e partilhar nas redes sociais.

  • Autores: Ana Matos, Beatriz Faria, Cláudia Soares
    Idade: 13 anos
    Descrição:

     

    O primeiro passo para concretizar este vídeo, foi reunirmos com a professora coordenadora (Carla Silveira) e discutir algumas ideias que já tínhamos para o nosso filme. Nós queríamos mostrar algumas desvantagens dos sacos mais fininhos, como por exemplo, rasgarem com facilidade e levarem pouca coisa dentro deles. Também queríamos que fosse um vídeo que desse para entrarmos as três.

    O passo seguinte foi combinar a altura ideal para filmarmos, com a ajuda de dois professores (professora Carla e professor Maurício).

    Partilhamos os sacos com o nosso colega Diogo Carneiro, que também vai participar no concurso.

    Por fim, com a ajuda dos professores, usando o programa Movie Maker, editamos o filme e fizemos os cortes necessários assim como incluímos alguns efeitos. Publicámos no youtube, com a ajuda da professora Carla e partilhámos nas redes sociais.


Escola Profi. Agrícola Fernando Barros Leal (Torres Vedras)

  • Autores: Clube de Ambiente (Maria Daniela Batistela)
    Idade: média 17/18 anos
    Descrição:

    O desafio "Saco Plástico, está tudo acabado... tenho outro!" foi lançado ao Clube de Ambiente "Eco-Sign" da nossa escola.

    Como iríamos conseguir passar uma mensagem tão importante em apenas 7 segundos? O clube decidiu que queria sensibilizar para o tempo que um saco demora a degradar-se. Para isso a Daniela gravou um vídeo onde "desfaz" um saco de plástico e achou que causava um impacto maior se o vídeo fosse transformado do fim para o início.

    O vídeo termina com a mensagem mais importante: "REUTILIZA!!!"

     


Escola Profi. Cisave/ ACIG (Guimarães)


Escola Profissional de Setúbal (Setúbal)

  • Autores: Magda Brito, Daniel Rodrigues, Ruben Ribeiro e Inês Lopes
    Idade: todos com 18 anos
    Descrição:

    Força interventiva do ambiente, para corrigir os elementos poluentes, isto é os cidadãos que não colocam os sacos de plástico no sitio correto do ecoponto. Foi realizado com a técnica de ilustração, Adobe Ilustrator e animado em Adobe Flash.


Escola Secundária da Gafanha da Nazaré (Ílhavo)

  • Autores: Júlia Miguel Furet Leite
    Idade: 13 anos
    Descrição:

    Este trabalho teve início com a sensibilização da comunidade educativa para a problemática da gestão de resíduos e do impacto dos resíduos plásticos no meio ambiente. Esta mensagem foi divulgada nas várias turmas da escola, através de pequenos filmes, apresentações e cartazes.

    Foi deste modo que a autora deste vídeo teve conhecimento da atividade “Sacos de plástico, está tudo acabado! Tenho outro!” e sensibilizada pelo tema, demonstrou interesse e entusiasmo em realizar um spot, pondo em prática as técnicas aprendidas no clube de animação do Agrupamento – Clube Animarte, do qual faz parte.

    A criação deste spot pretende apelar à redução da utilização dos sacos de plástico e incentivar o uso dos sacos reutilizáveis. A ideia subjacente  a este vídeo é demonstrar que facilmente substituímos a grande quantidade de sacos de plástico usados diariamente, por apenas UM Saco Reutilizável.

    Em termos técnicos, o spot é um filme de animação com recurso a stop-motion e ao Movie Maker, que permitiu à autora, aplicar os conhecimentos adquiridos no Clube Animarte na promoção de atitudes ecológicas e de preservação do meio ambiente.

    Sendo assim, a autora do vídeo criou uma forma de comunicação que tem como objetivo principal alertar a comunidade educativa para a importância da redução do consumo de sacos de plástico, respeitando sempre o seguinte lema:

    “Vamos proteger o meio ambiente, Usa sacos reutilizáveis, diz não aos sacos de plástico.”


Escola Secundária Mães d'Água (Amadora)


Escola Secundária/3 de Almeida Garrett (Vila Nova de Gaia)

  • Autores: Catarina Gonçalves, Elea Gomes, Inês Rocha, Sofia Ferraz.
    Idade: 12 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, ilustrando os impactes da sua deposição nos oceanos, designadamente a forma como afetam a vida animal, mais concretamente as focas, pois têm sido encontrados alguns exemplares com plásticos enrolados no corpo, o que lhes provoca ferimentos, dificuldades de locomoção e, até mesmo, a morte.

    Para o guião deste vídeo, escolhemos uma história feliz, pois uma foca é encontrada por uma criança que, simbolicamente, lhe retira o plástico que esta tem enrolado no pescoço. De seguida, esta jovem foca desloca-se para o mar, já livre dos plásticos que estavam a dificultar-lhe a respiração à medida que crescia.

    Para a realização deste vídeo, deslocamo-nos à praia de Valadares, com a professora de Geografia, após termos decido, em sala de aula, qual a história que pretendíamos contar. Esta deslocação foi possível graças aos encarregados de educação que, prontamente, se disponibilizaram a colaborar neste projeto, conscientes da importância dos seus objetivos.

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “The Low Seas”, de The 126ers e é livre de direitos de autor.

     

  • Autores: Catarina Gonçalves, Elea Gomes, Inês Rocha, Sofia Ferraz,
    Idade: 12 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, ilustrando os impactes da sua deposição nos oceanos, designadamente a forma como afetam a vida animal, mais concretamente as tartarugas, pois têm sido encontrados alguns exemplares com sacos plásticos no aparelho digestivo, por os confundirem com o seu alimento, as medusas, o que pode causar-lhes a morte.  

    Para o guião deste vídeo, escolhemos a história de um saco plástico transparente que, à semelhança de tantos milhões por ano, acabam a flutuar nas águas dos oceanos.

    Para a realização deste vídeo, deslocamo-nos à praia de Valadares, com a professora de Geografia, após termos decido, em sala de aula, qual a história que pretendíamos contar. Esta deslocação foi possível graças aos encarregados de educação que, prontamente, se disponibilizaram a colaborar neste projeto, conscientes da importância dos seus objetivos.

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “Terminal D”, de Silent Partner e é livre de direitos de autor.

  • Autores: Catarina Gonçalves, Elea Gomes, Inês Rocha, Sofia Ferraz,
    Idade: 12 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, ilustrando os impactes da sua deposição nos oceanos, designadamente a forma como afetam a vida animal, mais concretamente as tartarugas, pois têm sido encontrados alguns exemplares com sacos plásticos presos no corpo, o que lhes dificulta os movimentos e pode mesmo causar a sua morte.  

    Para o guião deste vídeo, escolhemos a história de um saco plástico amarelo que voa, levado pelo vento, ao longo da praia e vai para o oceano.

    Para a realização deste vídeo, deslocamo-nos à praia de Valadares, com a professora de Geografia, após termos decido, em sala de aula, qual a história que pretendíamos contar. Esta deslocação foi possível graças aos encarregados de educação que, prontamente, se disponibilizaram a colaborar neste projeto, conscientes da importância dos seus objetivos.

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “Backpacking”, de Silent Partner e é livre de direitos de autor.

  • Autores: Ana Teresa Pinto, Ana Beatriz Pereira
    Idade: 12 anos
    Descrição:

    A mensagem deste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, mostra como o ambiente está poluído.

    Esta poluição do ambiente mostra-nos como as crianças e os animais sofrem e as vezes chegam a morrer, devido à forma incorreta como os humanos tratam o ambiente.

    A última imagem ilustra o apelo que é feito para que reduzam a utilização de sacos de plástico: “Não deixes que isto aconteça senão o mundo em breve estará nas mãos dos plásticos”.

    Queremos ajudar-nos e ao mundo também. Contribuam para isto. 

     

  • Autores: Catarina Gonçalves, Elea Gomes, Inês Rocha, Sofia Ferraz,
    Idade: 12 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, ilustrando os impactes da sua deposição nas praias pois tornam-nas locais desagradáveis, implicando custos elevados para a sua limpeza.

    Para o guião deste vídeo, escolhemos a história de um grupo de quatro amigas, que estavam na praia a sentir-se incomodadas com o lixo em seu redor. Por isso, meteram mãos à obra e limparam a praia, depositando os sacos plásticos dentro de um saco reutilizável, para demonstrar que um destes sacos pode substituir centenas de sacos de plástico.

    Para a realização deste vídeo, deslocamo-nos à praia de Valadares, com a professora de Geografia, após termos decido, em sala de aula, qual a história que pretendíamos contar. Esta deslocação foi possível graças aos encarregados de educação que, prontamente, se disponibilizaram a colaborar neste projeto, conscientes da importância dos seus objetivos.

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “Gemini Robot”, de Bird Creek e é livre de direitos de autor.

  • Autores: Catarina Madeira, Joana Saraiva, Mariana Oliveira, Patricia Pinto
    Idade: 13 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, ilustrando os graves problemas ambientais que estes causam e a possivel destruição que o planeta poderá vir a sofrer se não alterarmos os nossos comportamentos.

    Para o guião deste vídeo pensamos em demonstrar o problema à escala global, atirando sacos de plástico para cima do globo terrestre, de forma a passar a mensagem de que o nosso mundo está a “afogar-se” nestes.

    Para a realização deste vídeo, deslocámo-nos para uma zona relvada no exterior da escola, acompanhadas pela professora de Geografia, após termos decidido o que iríamos retratar. Tudo isto foi possível, graças à colaboração da professora de Educação Física que ajudou a criar as condições necessárias à realização das filmagens.

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “So Bueno”, de The 126ers e é livre de direitos de autor.

  • Autores: Joana Saraiva, 13 anos Patrícia Pinto, 13 anos Catarina Madeira, 13 anos Mariana Oliveira, 13 anos
    Idade: 13 anos
    Descrição:

    A mensagem neste vídeo apela à redução da utilização de sacos plásticos, já que estes são um grande problema para o ambiente, uma vez que a sua utilização excessiva pode ter um impacte negativo sobre as gerações futuras.

     Para o guião deste vídeo, pensamos em demonstrar a situação a que o planeta está sujeito, colocando o globo terrestre dentro do saco plástico, dando a ideia de que o mundo está a ser sufocado pelos nossos atos.

    Para a realização deste vídeo, deslocamo-nos para uma zona relvada no exterior da escola, acompanhadas pela professora de Geografia, após termos decidido o que iríamos retratar. Tudo isto foi possível, graças à colaboração da professora de Educação Física que ajudou a criar as condições necessárias à realização das filmagens.

     

    A música foi escolhida na biblioteca de áudio do Youtube, intitula-se “We Were Once Kings”, de Silent Partner e é livre de direitos de autor.


Escola Sup. de Tecnologia da Saúde de Coimbra (Coimbra)

  • Autores: Ana Vanessa; Bruno Pereira; Catarina Belchior; Lydia Guerreiro
    Idade: Ana Vanessa (20 anos); Bruno Pereira (21 anos); Catarina Belchior (20 anos); Lydia Guerreiro (21 anos).
    Descrição:

    Com este vídeo pretende-se sensibilizar para o uso dos sacos leves e sustentáveis. Existem várias alternativas... Basta pensarmos "à frente" e divertir-nos sempre que vamos às compras.

     

    With this video aims to raise awareness of the use of lightweight and sustainable bags. There are several alternatives ... Just think ... and enjoy ourselves when we go shopping.


Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (Lisboa)


ETAP de Pombal (Pombal)


Externato Cooperativo da Benedita (Alcobaça)


Jardim de Infância/Escola Básica nº1 de Arganil (Arganil)

  • Autores: Andreia Filipa Dias Ferreira e João André Pereira
    Idade: 10
    Descrição:

    Um cliente vai a uma padaria comprar pão. A funcionária tira um saco de plástico e começa a colocar aí o pão. A cliente manda-a parar com um gesto de mão, puxa um saco de pano e diz-lhe : "Não, Obrigado! Saco de plástico está acabado!"